ANÁLISE EXTERNA DE SUSTENTABILIDADE

 

Entre 2010 e 2013, Karina Baratella esteve envolvida no processo de planejamento estratégico da Natura, com o objetivo de incorporar na gestão da empresa, temas emergentes em sustentabilidade, identificando melhores práticas, novas tecnologias e ações da sociedade que possam gerar conhecimento e tendências em sustentabilidade .Além de importantes inputs para o planejamento estratégico, este processo resultou no mapeamento das melhores referências de conteúdo nacionais e internacionais, bem como o estabelecimento de uma rede de parceiros estratégicos e formadores de opinião, fortalecendo a estratégia de relacionamento da empresa no tema Sustentabilidade.

 

INSTRUMENTO DE DIAGNÓSTICO E GESTÃO TERRITORIAL: IPS COMUNIDADES

 

CaseIPS_foto O IPS Comunidades foi desenvolvido e implementado a partir da metodologia do Índice de Progresso Social (IPS), concebida pelo economista americano Michael Porter para medir o progresso social de países e servir de instrumento de planejamento e performance de políticas públicas. O índice possui três dimensões-base: Necessidades Humanas Básicas, Fundamentos do Bem-Estar e Oportunidades.

Fernanda Ferraz, como consultora da Coca-Cola e em parceria com Ipsos e Natura, foi co-responsável pela adaptação da metodologia para a criação do IPS Comunidades. O mapeamento socioambiental de fonte primária foi realizado em Carauari, no Amazonas, região onde Natura e Coca-Cola atuam por meio de suas cadeias produtivas e integram um fórum de desenvolvimento e gestão territorial comunitário, o Território Médio Juruá.

http://www.socialprogressimperative.org/publications